dito no bar

Adivinhe quem é favorável à liberação dos jogos de cassino no Brasil

adivinhe-quem-e-favoravel-liberacao-dos-jogos-de-cassino-no-brasil  

O Dito No Bar fez uma rápida busca para descobrir quais os dois importantes personagens que são favoráveis à liberação dos jogos de cassino. Ambos têm posições de importância e responsabilidade, e se você não soubesse, não diria que eles teriam essa opinião.

Lóbis têm se movimentado, tanto para legalizar os cassinos como para regular as apostas esportivas. Apesar de 2018, certamente por ser ano de eleição para a presidência, ter “acalmado” o debate sobre esse tema, é bem provável que ele volte por aí depois do Carnaval.

Note que a liberação dos jogos de azar pode se estender também às apostas esportivas. Tanto nos cassinos online como nas apostas esportivas online acontece uma coisa bem brasileira: todo mundo faz mas ninguém fala. Visite o site Apostas Brazil e verá como encontra um monte de possibilidades de apostas totalmente legais, pois os sites estão baseados em outros países, tal como acontece com os cassinos online.

É claro que esses sites de apostas teriam que ser legais. Senão, como encontraríamos eles patrocinando times de futebol por todo o Brasil, e até competições esportivas?

Descubra em seguida quem é, afinal, favorável a essa liberação da jogatina.

Gisele Bundchen? Errado

Não. O Brasil sempre acompanha o que Gisele Bundchen tem para dizer e até o que ela não tem para dizer. Mas a super top model nunca falou nada sobre esse assunto.

Romário? Errado

O cara que ficou famoso por dizer que “Pelé calado é um poeta” sempre esteve calado sobre esse assunto dos jogos de cassino. E olha que o Romário nunca tem problemas em dizer o que está pensando naquele exato momento em que sua boca se abre para falar.

O Capeta? Errado

Legalização de cassino é jogada do capeta, muitos dirão. Até pode ser, mas ele atua na sombra e não fala nada sobre isso.

Marcelo Crivella, prefeito da Universal? Certo

O prefeito do Rio de Janeiro já por duas vezes recebeu em reunião o magnata dos cassinos de Las Vegas, o poderoso chefão, o rei das casas de jogo: Sheldon Adelson, que está entre os 25 homens mais ricos do mundo. Quando os jornalistas perguntaram o motivo da visita, Crivella respondeu que estaria discutindo “investimento imobiliário” e que o empreendedorismo de Adelson poderia ser muito importante para o desenvolvimento do Rio de Janeiro.

Jair Bolsonaro, eleito presidente do Brasil? Certo

Foi pouco falado, mas não foi “fake news”. Até por isso mesmo, apresentamos uma fonte credível sobre isso, o site Valor. Bolsonaro declarou ser contra os jogos de cassino, mas “vamos ver qual a melhor saída” para resolver o problema, se fosse eleito. E foi mesmo! Por isso, pode esperar que os empresários do jogo e do turismo estarão bem satisfeitos e esperando novos desenvolvimentos. Já todos aqueles que são contra os jogos de azar, por uma questão moral ou de princípio, estarão se perguntando o que se passa com o mundo.

Comentários: